Casa no Gerês

Caniçada, Vieira do Minho, Portugal

Função:

Esta casa de fim-de-semana, situada no Parque Nacional da Peneda-Gerês, resulta da reconstrução e ampliação de uma ruína, num local de características morfológicas únicas, na fronteira com o rio Cávado e uma ribeira afluente. A área pré-existente da ruína, a paixão pelo esqui aquático, a topografia, a densidade das árvores e as grandes precipitações da região, resultaram numa proposta simples mas ousada.

O volume, de praticamente 7,50 metros de altura, é sustentado pela laje inferior.
Esta laje é constituída por uma grelha de três vigas de altura variável, tanto longitudinal como transversalmente, aproveitando tanto a elevada rigidez e inércia na zona dos apoios, como o seu próprio peso reduzido no bordo livre, com efeitos benéficos também na controlar a deformação rigorosa, tanto a curto como a longo prazo. O pavimento foi executado em lajes leves unidirecionais. Para otimizar as condições de apoio, foram feitas covas de fundação no topo da encosta.

Como uma casa parcialmente enterrada, vista da entrada principal, a casa parece minimizada; no entanto, vista do rio, aparece como uma moldura de vidro disfarçada na vegetação. A relação que o projecto estabelece com a ruína define os acessos e a escala da intervenção, transformando a pré-existência numa presença constante no interior da casa, como qualquer outro elemento da natureza.

Correia / Ragazzi

Localização

revista online

website so arquitecto

FG+SG
architectural photography

Arquitetura:
Localização: Caniçada, Vieira do Minho, Portugal
Função:
Cliente: Privado
Ano: 2006
Área: 150 m2
Construtor: Almeidas & Magalhães, Lda